NAAMA MEIR ISAAC

Studio Nekudotayim

Naama tem um olho para o design gráfico. O nome da empresa que ela criou é o Studio Nekudotayim, que oferece design, estratégia de design, marketing e branding.
Design brilhante e colorido para comemorar a vida em Tekoa: a história de Naama Isaac
by Aryeh Tavor | 2018-03-15 08:58:09
Naama Isaac, com seu marido e três filhos, vive na comunidade de Tekoa, na Judeia. Naama produziu alguns produtos maravilhosos que foram lançados nos Pacotes Mensais Surpresa da Lev Haolam. Naama nasceu em Ofra, onde viveu por doze anos, quando sua família decidiu se mudar para Kochav HaShachar. Seus pais foram uma das primeiras famílias a residir na comunidade depois de estabelecida. "Quando Kochav HaShachar foi criado, eles estavam procurando famílias [novas] para se mudarem para ajudar a fortalecer a comunidade [jovem]. Então, nos mudamos para lá por um ano para ajudar a fortalecê-la."

Naama tem um olho para o design gráfico. O nome da empresa que ela criou é o Studio Nekudotayim, que oferece design, estratégia de design, marketing e branding. "E entre os vários serviços que ofereço, há um nicho que me interessa em particular - um nicho único dentro do mercado do design e que é o de produtos judaicos. Aquarela [criações], pinturas, arte judaica, Ketubot (documentos religiosos e cerimoniais do casamento) e itens semelhantes. Eu trabalho menos com itens comerciais e mais com itens exclusivos, como por exemplo um casal que está se casando, [eu poderia fazê-los] um Ketubá [um documento de casamento tradicional que normalmente é feito com arte na borda da parte legal do documento] com um desenho de Jerusalém, especialmente personalizado para eles."

Foi por causa de seus produtos judaicos que Naama se tornou produtora da Lev Haolam. "E foi assim que cheguei a Lev Haolam. No momento, estou trabalhando com o [designer] do Livro de Ester (a história da rainha Ester e sua mão para salvar o povo judeu) para o pacote que está por vir", disse Naama.

Naama então nos mostrou a arte que ela desenhou para a Lev Haolam à mão - o desenho que serviria como moldura e margens para as páginas do Livro de Ester. Ela nos explicou que estava lidando com todos os aspectos da criação dos livros. "Eu estou trabalhando em projetos paralelos e vou unir os dois. [Eu estou usando] aquarelas, arte desenhada à mão, materiais, lápis. Esta é uma parte do trabalho. Depois, escaneio a arte para o computador e adiciono o texto. No caso deste Livro de Ester, ele será bilíngue. Basicamente é isso que eu faço. Eu trabalho em casa. Na minha empresa também emprego dois trabalhadores que vivem aqui em Tekoa."
O trabalho que Naama produz é brilhante, colorido e animado e nós queríamos saber como ela escolheu produtos judaicos como especialidade. Naama nos disse que ela começou a criar profissionalmente, em parte, devido ao assassinato de seu primo. Seis anos atrás, seu primo, Achikam, foi morto em um ataque terrorista em Nachal Telem. Ele estava caminhando com seu amigo, David, e eles foram mortos em um ataque a tiros. Poucos meses após o ataque, sua tia pediu a Naama ideias sobre o que poderia servir de memorial para Achikam. Naama relatou: "Em particular, [minha tia] queria que fosse algo feliz e animado. Ao invés de trazer a lembrança do assassinato - a dor e a raiva associadas a ele - o trabalho a ser feito em sua memória deveria ter foco na vivacidade. Ao mesmo tempo, comecei a pintar o chupá (dossel do casamento) de um amigo. O noivo era amigo de Achikam e David. O noivo e a noiva se casaram debaixo deste chupá e foi extremamente comovente para a família e amigos."

Foi pela memória do primo de Naama que sua primeira peça judaica, o dossel, foi criada e serviu de inspiração para mais. "Essa foi a primeira peça judaica personalizada que criei. E para mim, a experiência foi muito forte, primeiro porque eu estava muito perto de Achikam. Também por causa da família que estava celebrando o casamento... era o amigo de Achikam celebrando o casamento e eles tinham a mesma idade", continuou Naama. "Por um lado, um chupá reúne algo que antes não era - a noiva e o noivo - e os une, e por outro lado, o chupá envolve o casal em um ambiente centrado na felicidade de construir algo novo e o novo começo que o casal experimenta juntos."

A partir daí, Naama continuou a aceitar pedidos de itens judaicos, como mantos de sinagoga, quadros para a casa e outros produtos que contavam uma história relacionada a Israel. Ela lembrou, com um sorriso, como sua sobrinha, que logo estaria viajando para os Estados Unidos, lhe pediu para criar algo com o tema das Sete Espécies (alimentos originários de Israel), já que ela queria ter algo para lembrar sempre de Israel. Naama criou o momento para sua sobrinha.

Perguntamos a Naama como ela decidiu morar em Tekoa e criar sua família lá. "Durante quatro anos, depois que nos casamos, moramos nas colinas de Jerusalém", disse Naama. "Você não pode competir com o verde das colinas de Jerusalém e com toda ela, mas com crianças, nós procurávamos uma comunidade, um lugar que tivessem liberdade e espaço. Também do ponto de vista comunal, Tekoa é muito singular."
"Nós temos uma comunidade muito diversificada. É uma comunidade mista de religiosos e seculares… É uma comunidade mista, realmente integrada, onde os membros compartilham responsabilidades… Há muita criatividade em Tekoa, seja música, arte ou cerâmica, realmente muitos tipos diferentes, então, também é um ambiente muito favorável para a minha criatividade. Além disso, para nossos filhos, é um lugar com muito espaço, vistas e ar… Não poderíamos ter ido a áreas [de Israel] que fossem mais distantes."

A conexão bíblica com Tekoa também é importante para Naama. "As ruas de Tekoa têm o nome do Livro de Amós e nós andamos por aqui e é uma terra bíblica... Mas estamos realmente aqui, vivendo dentro de uma parte da história, em uma comunidade que é ampla e com uma história muito antiga. Espero que Gush Etzion consiga se apresentar de uma maneira que lhe dê soberania e permita que esteja aqui por muitos anos, sem medo e com o reconhecimento de nosso direito de realmente estarmos aqui, nestes lugares importantes.... Posso dizer que essa herança e o sionismo são muito importantes para nós como família, bem como transmiti-los aos nossos filhos, minha filha de 4 anos pode lhe contar sobre Heródio e as cavernas subterrâneas, é muito importante para nós. Nós contamos sobre isso e tentamos colocar na cabeça dos jovens."

A proximidade de Tekoa com Jerusalém é importante para o marido de Naama. "Estamos muito apegados à área de Jerusalém. Meu marido Ronen trabalha lá. E podermos estar perto, por um lado, e por outro em uma espécie de comunidade que é muito singular, realmente nos atraiu."

Naama é produtora da Lev Haolam há alguns anos e criou uma série de produtos para o Pacote Surpresa Mensal da Lev Haolam. "Descobrimos a Lev Haolam há dois anos", lembrou Naama. "Eles queriam promover e expandir os negócios com foco na arte e criatividade da Judeia e Samaria... e pediram por diferentes produtos com diferentes possibilidades de peças de arte para os pacotes enviados aos partidários de Israel... Isso realmente estimulou meu coração a criar produtos da Judeia e Samaria em um momento com tantos boicotes, críticas e acusações contra as comunidades da Judeia e Samaria, comunidades nas quais eu acredito e estou muito apegada. Este projeto me pareceu incrível". E Naama disse: "Estou feliz por estar trabalhando com eles novamente e, se Deus quiser, teremos colaborações mais frutíferas no futuro."

Naama então passou a descrever a grande oportunidade que um grande pedido da Lev Haolam fornece a ela e a outros como ela - proprietários únicos e donos de pequenos negócios na Judeia e Samaria. "A habilidade hoje das pessoas, na Judeia e Samaria, de exportarem seus produtos é muito complicada. Se fôssemos de Jerusalém ou Tel Aviv e abríssemos uma pequena loja, mais pessoas viriam até nós. Para chegar às pessoas, tanto em Israel quanto na Diáspora, temos que fazer um esforço muito grande através de uma rede de marketing que muitos artistas, eu mesma posso dizer que não tenho. Também dentro do contexto da minha arte, não tenho tempo para comercializar e criar uma rede ao longo do dia. Projetos como este realmente nos permitem expandir nossa criatividade e alcançar outros lugares, especialmente fora de Israel... nossa habilidade através da Lev Haolam de chegar a tantas pessoas com esse marketing maciço e nossa capacidade de sermos pagos por uma peça criativa em que trabalhamos por tanto tempo e nos esforçamos tanto - faz valer a pena de todo o coração e saber que as pessoas estão recebendo os produtos e usando-os - isso é muito bom."